São Paulo, SP [ASN] O curso de jornalismo, tradicionalmente apresenta as diversas formas de trabalho. Ao longo de quatro anos, jornais, revistas, rádio, TV, internet, e outros meios de comunicação começam a fazer parte da rotina de todo estudante do curso. Ao final dele, é o momento de reunir todos os seus conhecimento na área que mais te marcou para o TCC. O Trabalho de Conclusão de Curso, além de ser um momento de extrema importância, é o mais aguardado. Ali, todas as suas habilidades jornalísticas serão testadas, e como resultado, teremos um produto final tão aguardado e amado quanto um filho.

No caso de um grupo de jovens jornalistas estudantes do Unasp Campus II, em Engenheiro Coelho, os olhos brilharam ao conhecer a história do Dr. Luiz Cietto. Docente do curso de Direito na mesma universidade, seu extenso currículo, com especializações em diferentes países, sempre foi reconhecido e admirado. Mas a história dele nem sempre contou com tanta admiração e oportunidades. E como todo jornalista, decidiram se tornar também bons contadores de histórias, a começar por esta. Em poucos meses, de muita correria, um curta metragem foi produzido para contar a trajetória do Dr. Cietto. E o resultado, ainda que simples, surpreendeu a todos.

Alguns anos depois, os produtores ainda com o projeto na cabeça, conseguiram parceria junto ao Unasp e a Associação Geral, sede mundial da Igreja Adventista do Sétimo Dia. Por quatro anos a história foi regravada, agora com qualidade superior e mais rica em detalhes. As filmagens, antes feitas apenas nos arredores do campus, agora descrevem ainda melhor a história, mostrando também belas paisagens da Europa, por onde o Dr. Cietto passou.

Para o lançamento, que aconteceu na última quarta-feira, 22 de março, uma programação especial foi montada em parceria com a Educação Adventista. Escolas de todo o Brasil reuniram seus alunos para assistir, e trabalhar conceitos do filme em sala de aula.

Na Associação Paulistana, sede da Igreja Adventista para a região central de São Paulo, as 15 escolas promoveram diferentes programações. Reunidos com toda a escola, ou dentro da sala, cada aluno pode não somente assistir, mas levou para casa um DVD, para que toda a família também conheça a história.